Logo Cesar Peres Dulac Müller

BLOG CPDMA

Categoria:
Data: 9 de agosto de 2022
Postado por: Equipe CPDMA

Senado aprova medida provisória que regulamenta teletrabalho e altera regras referentes ao auxílio-alimentação

Jovem empresária sorrindo e falando ao celular na modalidade de teletrabalho.

O Senado aprovou na quarta-feira, dia 03/08/2022, o Projeto de Lei de Conversão 21 de 2022, originário da Medida Provisória 1.108/2022, responsável por regulamentar o teletrabalho e alterar regras referentes ao vale-refeição (auxílio-alimentação). O Projeto de Lei segue para o Presidente da República para sanção.

A MP altera o enunciado no art. 75-B da CLT, definindo o teletrabalho como a prestação de serviços fora das dependências do empregador, de maneira preponderante ou não, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação que, por sua natureza, não configure como trabalho externo, sendo que a prestação de serviços nessa modalidade deverá constar expressamente no contrato de trabalho, regime este que poderá ser aplicado a aprendizes e estagiários.

Ademais, ressalta que o comparecimento às dependências do empregador para realização de atividades específicas, que exijam a presença do empregado no estabelecimento, ainda que de modo habitual, não descaracteriza o regime de teletrabalho ou trabalho remoto.

O texto ainda define que o tempo de uso dos equipamentos tecnológicos fora da jornada de trabalho normal do empregado não constitui tempo à disposição ao empregador, regime de prontidão ou sobreaviso, exceto se houver previsão em acordo individual ou coletivo.

Além disso, o Projeto determina que os empregados sujeitos ao regime de teletrabalho ou trabalho remoto que prestem serviços por produção ou tarefa não estarão submetidos às regras de jornada de trabalho tradicional previstas no art. 58 da CLT.

Ainda segundo a proposta, os contratos firmados no Brasil para realização de teletrabalho fora do território nacional devem obedecer a legislação brasileira.

Por fim, destaca que o empregador não será responsabilizado pelas despesas resultantes do retorno ao trabalho presencial, caso o empregado opte por realizar o teletrabalho ou trabalho remoto fora da localidade prevista no contrato, salvo se houver disposição em sentido contrário estipulada entre as partes.

Quanto ao auxílio-alimentação, a Medida Provisória determina que será destinado exclusivamente ao pagamento de refeição em restaurantes ou gêneros alimentícios comprados no comércio, objetivando que o valor recebido não seja utilizado para custear outras despesas do funcionário.

Ainda, estabelece que o empregador, ao contratar empresas para fornecimento do auxílio-alimentação, não poderão receber deságio ou desconto sobre o valor contratado, havendo a previsão de pagamento de multa de R$5.000,00 a R$50.000,00 em caso de descumprimento da determinação legal.

Entretanto, vale ressaltar que os regramentos trazidos pela MP não serão aplicados aos contratos de fornecimento de auxílio-alimentação vigentes, até seu encerramento ou até que tenha decorrido o prazo de 14 meses, contados da data da publicação da Lei.

Por: Marina da Silveira Pinto
Equipe CPDMA | Trabalhista

Voltar

Posts recentes

Conheça a classe de ativos - DESENHO INDUSTRIAL

Na nossa série de posts que explicam as diferenças entre as classes de ativos intelectuais, hoje trataremos do DESENHO INDUSTRIAL. O Desenho Industrial é a forma plástica ornamental de um objeto – por exemplo, o design de um produto ou o conjunto de linhas aplicadas a um produto, como uma estampa – que lhe proporcionem […]

Ler Mais
Conheça a classe de ativos - PATENTES

A PATENTE é um título de propriedade concedido pelo Estado sobre um invento inédito (patente de invenção) ou derivado de outro já existente (patente de modelo de utilidade). O pedido de registro é realizado junto ao INPI, conferindo ao seu titular, através da concessão, o direito de impedir que terceiros fabriquem, usem, exponham à venda […]

Ler Mais
Nome Empresarial: conheça essa classe de ativos

Continuando com nossa série de posts que explicam as diferenças entre as classes de ativos intelectuais, hoje trataremos do NOME EMPRESARIAL. Embora por vezes a marca – cuja natureza já foi descrita no post anterior – possa ser confundida com o nome empresarial, trata-se de institutos jurídicos distintos. O nome empresarial identifica a empresa por […]

Ler Mais
PERSE: alterações legislativas no programa emergencial de retomada do setor de eventos

Lei nº 14.859/2024: alteração das regras do Perse para o período de 2024 a 2026. O Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos - Perse foi criado em 2021 com vistas a socorrer as empresas ligadas ao setor de eventos - atividade mais afetada com a pandemia da COVID-19, a partir da redução a […]

Ler Mais
A extensão da cobertura securitária nas enchentes

As chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul nas últimas semanas destruíram fazendas, imóveis e veículos. Mesmo com seguro, os proprietários de carros ou imóveis devem verificar a abrangência da cobertura nas apólices para identificar se conseguirão indenização. Os seguros básicos para carros e imóveis não costumam cobrir enchentes. As contratações contra pane elétrica, […]

Ler Mais
O acordo para venda do medicamento para emagrecer mais famoso do momento

Recentemente foi noticiado que a empresa brasileira BIOMM celebrou acordo com a indústria farmacêutica BIOCON para distribuição no Brasil de um medicamento similar ao Ozempic, indicado para tratamento da diabetes, mas utilizado principalmente para tratar a obesidade. Contudo, isso só será possível porque a detentora da patente do remédio, por certo autorizou, mediante contrato de […]

Ler Mais
crossmenuchevron-down
pt_BRPortuguês do Brasil
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram