Cesar Peres Dulac Müller logo

CPDMA BLOG

Category:
Date: May 8, 2019
Posted by: CPDMA Team

There is no room for rescissory action based on subsequent precedent, defines STJ

Não cabe ação rescisória com base em precedente posterior ao trânsito em julgado da decisão questionada. A tese foi definida nesta quarta-feira (8/5) pela 1ª Seção do Superior Tribunal de Justiça.

A corte debatia recurso do Incra, que pedia o afastamento da Súmula 343 do Supremo Tribunal Federal para que uma derrota judicial transitada em julgado fosse revertida. O verbete do Supremo diz que não cabe ação rescisória contra decisão que se baseia em lei cuja interpretação seja controversa no tribunal de origem. Para o Incra, a súmula não poderia se aplicar ao caso porque a questão em discussão era constitucional, e não legal.

Venceu o voto do ministro Gurgel de Faria. Para ele não faz diferença se a questão em discussão é constitucional ou não: não se pode ajuizar ação rescisória com base em precedente posterior à decisão que se quer rescindir. O entendimento do Supremo, disse o ministro, não faz a exceção alegada pelo INSS. A única forma de superar a súmula, conforme entendimento recente do STF, seria se o precedente posterior tivesse sido firmado em ação de controle concentrado de constitucionalidade.

Ainda que houvesse a exceção na jurisprudência do Supremo, continuou Gurgel, o caso concreto tratava de revogação de lei, e não de matéria constitucional.

Gurgel abriu a divergência ao voto do relator, ministro Herman Benjamin, que ficou vencido. Ele concordava com o INSS, argumentando haver "uma questão constitucional subjacente".

Segurança

Para o advogado Daniel Corrêa Szelbracikowski, a seção acertou ao acompanhar Gurgel de Faria. "O julgamento é importante porque a proposta do relator - que ficou vencido - possibilitava que o STJ realizasse uma uniformização de jurisprudência depois da formação da coisa julgada material, o que não é possível em sede de ação rescisória cujas hipóteses de cabimento são taxativas e absolutamente excepcionais".

"O acórdão rescindendo foi proferido em 2005", explicou. "Seguiu a jurisprudência então existente das duas turmas de direito público do Tribunal. Apenas depois, em 2008, é que o STJ mudou sua jurisprudência. A Fazenda pretendia aplicar retroativamente essa nova posição por intermédio de ação rescisória. A posição do colegiado prestigiou a segurança jurídica e manteve sua própria jurisprudência ", explicou.

Case

No caso, o colegiado analisou se o Incra poderia exigir 0,2% de contribuição sobre folha de salários. Em 2005, acórdão da 1ª Turma do STJ negou provimento ao recurso especial do Incra para revogar a contribuição.

Depois do trânsito em julgado do acórdão, em 2008, a 1ª Seção do STJ superou os precedentes anteriores e definiu, em recurso repetitivo, que a exigência não estava revogada. Com base nisso, o Incra propôs ação rescisória em para cancelar o acórdão de 2005 para aplicar o entendimento posterior.

Source: Gabriela Coelho via Conjur.

Return

Recent posts

Learn about the asset class - COPYRIGHT

Closing our series of posts on the Classes of Intellectual Property Assets, today we're going to look at the registration of COPYRIGHT. An author is the natural person who creates a literary, artistic or scientific work. Copyright protects such works and can be patrimonial (right to commercial exploitation of the work) or moral (claim of authorship, conservation [...]

Read more
SOS-RS transaction: another possibility for regularization in the post-flood scenario

On June 26, 2024, a new type of operation was published covering companies with a tax domicile in Rio Grande do Sul. This is yet another measure taken by the Federal Government to deal with the damage caused by the floods in Rio Grande do Sul. The new operation, called "SOS-RS Operation", was instituted by PGFN/MF Ordinance No. [...].

Read more
Discover the asset class - DOMAIN REGISTRATION

In our series of posts explaining the differences between the classes of intellectual assets, today we'll look at DOMAIN REGISTRATION. The protection of a website's electronic address (domain) is carried out at Registro.BR. In this case, the domain availability search is essential for registration. If a third party tries to register a [...]

Read more
Learn about de asset class - SOFTWARE REGISTRATION

Today's topic in our series of posts explaining the differences between classes of intellectual assets will be: SOFTWARE REGISTRATION. Software registration protects the computer program itself, i.e. the source code. Registration is essential for proving authorship of the development. It is done at the INPI [...]

Read more
Discover the asset class - INDUSTRIAL DESIGN

In our series of posts explaining the differences between classes of intellectual assets, today we're going to look at INDUSTRIAL DESIGN. Industrial Design is the ornamental plastic form of an object - for example, the design of a product or the set of lines applied to a product, such as a print - that gives it [...]

Read more
Learn about the asset class - PATENTS

A PATENT is a title of ownership granted by the State over an unpublished invention (invention patent) or one derived from an existing one (utility model patent). The application for registration is made to the INPI, granting the holder the right to prevent third parties from manufacturing, using or offering for sale [...].

Read more
crossmenuchevron-down
en_USEnglish
linkedin Facebook pinterest youtube lol twitter Instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter Instagram